SINDICALISMO DE BASE NA EUROPA

A P R E S E N T A Ç Ã O DA F. E. S. AL.

FEDERAÇÃO EUROPEIA DE SINDICALISMO ALTERNATIVO

Conferência-Debate Sábado, 24 de Abril, às 15h.,

Centro de Estudos Libertários* (Redacção do Jornal "A Batalha")

Com a presença de Davide Rossi (responsabile relazioni internazionali UNICOBAS l'AltrascuolA, Italia) de Angel Bosqued (sec.rel.internacionais da CGT, Espanha) e outros sindicalistas de base, anti-autoritários, de várias organizações europeias.

Nas encruzilhas complexas do mundo de hoje, o espaço europeu provavelmente desempenhará um papel muito especial por tudo o que aí se joga, tanto para as forças do capital como para as populações exploradas e marginalizadas.

O sindicalismo alternativo agrupou-se na FESAL, de que são membros as duas confederações UNICOBAS italiana e CGT espanhola -, tem sido uma das mais importantes trincheiras de resistência de classe às investidas neo-liberais na Europa, em particular em sectores laborais precarizados ou onde existe uma predominância de imigrantes. Na defesa dos trabalhadores destes e de outros sectores, assim como nas lutas das mulheres e a dos estudantes, as organizações sindicais alternativas, embora minoritárias, têm conseguido imprimir uma dinâmica mais combativa às resistências, participando, em unidade combativa com todos os trabalhadores, nas pequenas e grandes lutas. Tem vindo a conseguir obter vitórias significativas, com força e energia suficientes para mobilizações para greves gerais, desde os serviços, às indústrias.

É sobre o que tem sido essa prática sindicalista de base, ou seja, cujas decisões emanam das assembleias de trabalhadores, em diálogo constante interno e com outras correntes sindicais, que iremos debater. Iremos também ouvir algumas novidades sobre as coordenações a nível de estados e a nível europeu que estão a ser desenvolvidas pela FESAL, as campanhas que ela está neste momento a dinamizar. Iremos também abordar experiências de sindicalistas de base em Portugal e as perspectivas de intervenção sindical que se abrem para os militantes portugueses no terreno das lutas sociais.

SE ESTÁS INTERESSADO/A EM TE INFORMAR E DEBATER, EM FRATERNIDADE, A REALIDADE DO SINDICALISMO ALTERNATIVO E DAS LUTAS SOCIAIS EUROPEIAS E EM PORTUGAL, NÃO FALTES !!

*Rua Marquês Ponte de Lima, 37, 2º Dto, 1100- Lisboa